O governador Ricardo Coutinho esteve, nesta quinta-feira (14), em Guarabira, onde inspecionou as obras do Condomínio Cidade Madura e, em seguida, visitou a Caravana do Coração, que está de passagem pelo município, realizando consultas, exames cardiológicos e outros atendimentos em crianças de 0 a 12 anos e gestantes com idade gestacional de 22 a 28 semanas que apresentem algum tipo de cardiopatia ou problemas oriundos de cardiopatias.

Inicialmente, o governador visitou o Condomínio Cidade Madura de Guarabira, que será o quarto empreendimento feito pelo Governo do Estado, voltado especificamente para idosos. “Acredito que seja o melhor programa de habitabilidade para a pessoa idosa promovido no país. Aqui será um condomínio com 40 casas que dispõem de todos os itens necessários para o bem-estar do idoso. Faz cerca de três meses que assinamos a Ordem de Serviço e quero entregá-lo em doze meses. A obra está em andamento e em breve será inaugurada”, disse Ricardo.

O empreendimento completo possui 40 residências que apresentam área de 46,00m², sendo compostas por terraço, sala, banheiro, cozinha e área de serviço. No Cidade Madura existe toda a infraestrutura básica de saneamento, rede elétrica, rede de abastecimento de água e pavimentação em blocos intertravados, além de equipamentos como centro de vivência, núcleo de assistência à saúde, horta, praça e outras áreas. O diferencial do condomínio em Guarabira será a implantação da energia solar fotovoltaica.

Caravana do Coração – Logo após, o governador Ricardo Coutinho participou da Caravana do Coração, também em Guarabira, e lembrou que o trabalho desenvolvido pela Rede de Cardiologia Pediátrica da Paraíba vem salvando a vida de muitas crianças. “Há alguns anos a Paraíba tinha a chamada fila da morte das crianças cardiopatas. Muitos morriam por não ter direito à assistência adequada. Após a criação da nossa Rede de Cardiologia Pediátrica, a situação mudou pra melhor. Para termos uma idéia, somente nesta edição da Caravana do Coração, já encaminhamos sete crianças para o Hospital Arlinda Marques para fazer cirurgia. No total dos anos, foram mais de 520 cirurgias cardíacas feitas em crianças. A caravana busca detectar e sanar problemas cardíacos. Também é feito o acompanhamento das crianças que foram atendidas em anos anteriores”, revelou.

Ricardo ainda destacou que este ano a caravana está oferecendo atendimento também para crianças com microcefalia. “Um ponto importante a ser lembrado é que nesta edição agregamos o atendimento a crianças com microcefalia, que tem aqui diversos tipos de atendimento e encaminhamentos posteriores a caravana. Esse projeto nos orgulha muito e é uma espécie de salário moral que recebemos ao ver essas crianças tendo acesso digno à saúde”, ressaltou.

Secom-PB