Imagem do Google

O secretário de Obras e Planejamento de Campina Grande, André Agra, afirmou,  durante entrevista a equipe de Radiojornalismo da Campina FM, que é necessário uma atualização no código de tributação do município.

Agra explicou que Campina Grande é uma “cidade pujante”, mas “com uma arrecadação de cidade pequena” e a atualização vai contribuir para uma fiscalização mais eficaz, mais obras em diversas áreas e permitir uma cidade fortalecida.

“É impossível imaginar uma modernização da máquina pública se não fizer um ajuste na matriz fiscal. A planta genérica tem 26 anos de atraso e nosso cadastro tem 30 anos. É preciso ajustar para ter uma receita compatível com o tamanho da cidade. Temos a meta de aumentar 30% no primeiro ano no IPTU e depois aumentar paulatinamente. Até para fazer um concurso é preciso ter um salário atrativo. Queremos propor uma atualização, mas isso não vai causar impacto no contribuinte”, disse o secretário.

 

Redação